Sete acidentes geram mais de 14 quilômetros de congestionamento na Dutra.

Uma pessoa morreu, cinco estão em estado grave e dez tiveram ferimentos leves, diz PRF.

congestionamento dutra -Franciele Bueno (4)

Congestionamento na pista sentido Rio de Janeiro, em Piraí
(Foto: Franciele Bueno)

Sul Fluminense- Sete acidentes foram registrados na quarta-feira (12) na Rodovia Presidente Dutra (BR-116) no trecho que corta a região Sul Fluminense, segundo a Polícia Rodoviária Federal. De acordo com o responsável pela comunicação social da 7ª Delegacia da PRF, Carlos Nogueira, em Piraí ocorreram quatro acidentes, deixando uma vítima fatal, cinco em estado grave e dez com ferimentos leves. Em Resende, foi registrado um engavetamento. Teve ainda um capotamento na altura do distrito de Floriano, em Barra Mansa, e um tombamento também no mesmo trecho do município.
De acordo com informações da CCR NovaDutra, concessionária que administra a rodovia, mais de 14 quilômetros de congestionamento foram registrados na pista sentido Rio de Janeiro e na pista sentido São Paulo 10 quilômetros de lentidão. Nos dois sentidos da Dutra, o total de engarrafamento chegou a 24 quilômetros e se estendeu durante toda a manhã de ontem. Após 17h de congestionamento, a NovaDutra, informou que as duas pistas no trecho que corta Piraí – no sentido Rio e São Paulo – foram liberadas às 10h10, desta quinta-feira (13). No período desta tarde, o tráfego de veículos estava normalizado, segundo  a concessionária.

 

Acidentes

Na tarde de ontem, em Piraí, ocorreu uma colisão traseira envolvendo um veículo de passeio e uma carreta na pista sentido Rio de Janeiro, seguido de transposição de pista e tombamento da carreta na pista contrária, com queda de carga do veículo (amido de milho), na altura do km 238.

Após o primeiro acidente uma carreta que passava pela pista sentido São Paulo, derrapou na carga do veículo parando em “L” na via. O motorista da carreta, identificado como Carlos Eduardo Vasconcelos Trojahn, de 25 anos, ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital São João Batista, em Volta Redonda. A unidade informou que o estado de saúde do motorista é estável.
Ainda na pista sentido Rio, em função do primeiro acidente, ocorreu um engavetamento envolvendo um ônibus e outros veículos de passeio. Um passageiro, que estava no ônibus, morreu. Cinco pessoas ficaram em estado grave e dez tiveram ferimentos leves. Todas as vítimas foram removidas para hospitais da região, de acordo a NovaDutra.
Das cinco vítimas em estado grave, dois são cadetes da Aman (Academia Militar das Agulhas Negras) que estavam em um carro que também bateu na carreta, atingida pelo ônibus. Quando os militares tentavam deixar o veículo, acabaram atropelados. João Victor Precioso Zini Ferreira, de 25 anos, foi levado para um hospital particular de Resende com ferimentos graves.  Já Caio Albino Ferreira Valente, de 26 anos, foi levado para uma unidade médica da própria Aman. Os dois foram retirados do local do acidente por um helicóptero do exército.
A pista sentido Rio de Janeiro e sentido São Paulo ficou totalmente interditada em função dos acidentes e para atendimento às vítimas.

Em Resende, no km 307, sentido Rio, cinco veículos de passeio se envolveram em um engavetamento e duas pessoas ficaram feridas, sem gravidade.

Na altura do distrito de Floriano, em Barra Mansa, no km 290, um veículo de passeio capotou. Ainda no trecho de Barra Mansa, no km 275, um caminhão tombou e não há informações sobre feridos.

Congestionamento chegou a 14 quilômetros no sentido Rio e 10 quilômetros no sentido São Paulo (Fotos: Franciele Bueno)