Kanye West deixa o Tidal, de Jay-Z, em briga milionária, diz site.

Kanye West, até agora um dos principais artistas exclusivos do Tidal, decidiu deixar a plataforma musical de Jay Z em uma briga por dinheiro, noticiou o site TMZ. O rapper estaria cobrando da empresa uma dívida de US$ 3 milhões.

A publicação, que cita fontes próximas à disputa, afirma que, há um mês, um advogado de Kanye enviou ao Tidal uma carta para informar sobre o encerramento do contrato. Os dois lados tentaram resolver o conflito nas duas semanas seguintes, sem sucesso. Uma segunda carta teria sido enviada pela equipe do rapper, para confirmar sua decisão.

O serviço ameaça processar Kanye caso ele tente assinar com outro serviço de distribuição de música, de acordo com o site. O rapper estaria disposto a também entrar com uma ação contra a empresa.

Segundo a publicação, a briga entre Kanye e Jay Z é anterior ao lançamento de “4:44″, novo álbum do marido de Beyoncé em que ele supostamente manda recados ao colega na faixa “Kill Jay-Z”.

 

1,5 milhão de novos assinantes

O último álbum de Kanye, “The life of Pablo”, foi exclusivo do Tidal por cerca de um mês e meio após seu lançamento, no início de 2016, e ele alega ter gerado cerca de 1 milhão e meio de novas assinaturas para o serviço, de acordo com o TMZ. Pelo resultado, o cantor teria direito a um bônus, que não teria sido pago. Ele diz ainda não ter sido ressarcido por vídeos musicais feitos para o Tidal.

Ainda segundo o site, Kanye não está interessado em fazer novos contratos de exclusividade com serviços de streaming, como Apple Music e Spotify, e planeja disponibilizar seus próximos lançamentos em todas as plataformas. Uma nova música do artista estaria pronta para sair em um futuro próximo.

Fonte: g1.com.br