Taylor Swift testemunha em julgamento contra radialista: ‘Ele agarrou meu bumbum’.

Taylor Swift testemunhou nesta quinta-feira (10) no julgamento contra um ex-apresentador de rádio, a quem acusa de tê-la assediado sexualmente durante um encontro em 2013. “O que o senhor Mueller fez foi muito intencional”, disse a estrela pop no tribunal em Denver, nos Estados Unidos, segundo a CNN. “Foi horrível e chocante, nunca tinha lidado com algo assim.”

Ela se refere a David Mueller. O DJ e locutor foi demitido da rádio KYGO-FM após Taylor afirmar que ele colocou a mão por debaixo da sua saia e apalpou suas nádegas enquanto os dois posavam juntos em uma sessão de fotos antes de uma apresentação da cantora em 2 de junho de 2013, em Denver. No depoimento, também citado pela BBC, ela relatou:

 

“Eu senti que ele agarrou meu bumbum embaixo da minha saia. Ele permaneceu com a mão lá enquanto eu tentava me afastar.”

 

No julgamento, ela respondeu perguntas de Gabriel McFarland, advogado de Mueller, e rejeitou a versão de que o episódio tratou-se apenas de um esbarrão. Ao falar sobre a demissão do radialista, Taylor afirmou:

 

“Eu não vou permitir que você ou seu cliente me façam sentir, de qualquer maneira, que isso é culpa minha, porque não é.”

 

“Estou sendo culpada pelos eventos infelizes de sua vida, que são um produto de suas decisões e não das minhas”, prosseguiu a cantora. Mueller foi o primeiro a abrir um processo no caso, alegando que a artista o acusou falsamente e pressionou a direção da rádio para demiti-lo de seu emprego. Ele nega que qualquer situação imprópria tenha acontecido durante o encontro.

Fonte: g1.com.br