Lançado em 1972, segundo álbum de Célia é editado na Europa em maio em CD e LP

Enquanto a gravadora Joia Moderna não lança postumamente o prometido DVD Célia – O que não pode mais se calar, gravado em abril de 2016 pela cantora paulistana Célia (8 de setembro de 1947 – 29 de setembro de 2017), um independente selo inglês sai na frente e dá início a um necessário processo de revalorização da discografia dessa grande intérprete que saiu de cena no ano passado.

Lançado originalmente em 1972 pela extinta gravadora Continental, o álbum Célia ganha edição, em LP e em CD, pelo selo inglês Mr Bongo sob licença da gravadora Warner Music. LP e CD estarão disponíveis no mercado europeu a partir de 25 de maio deste ano de 2018.

Trata-se do segundo álbum de Célia. O disco apresentou A hora é essa, música então inédita de Roberto Carlos e Erasmo Carlos. Da dupla, que estava no auge da produção artística, Célia regrava Detalhes (1971), canção que virara clássico instantâneo ao ser lançada na voz de Roberto. Nesse álbum Célia, a cantora também lançou Dominus Tecum, tema de Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle, outra dupla de compositores em evidência na época. Já Na boca do sol ostentava as assinaturas de Arthur Verocai e Vitor Martins.