DOIS CASOS DE FEBRE OROPOUCHE SÃO CONFIRMADOS EM ANGRA DOS REIS

Gostou? Compartilhe!
Foto: Divulgação/Sesab

Dois casos de febre oropouche foram confirmados em Angra dos Reis. A informação foi divulgada na última sexta-feira (17) pela Secretaria de Saúde da cidade.

Uma das pessoas infectadas é uma mulher, de 51 anos, que tem comorbidades. Ela procurou atendimento médico em 18 de abril com sintomas como febre, dor de cabeça, dor no corpo, náusea. Ela foi internada no Hospital Municipal da Japuíba e recebeu alta no dia 26 de abril.

Já a outra paciente é uma mulher, de 55 anos. Ela buscou atendimento médico no dia 3 de abril com os mesmos sintomas, mas não precisou ficar internada.

Agora, a Secretaria de Saúde de Angra dos Reis continua acompanhando e investigando os casos para obter mais informações, principalmente a origem da transmissão e evolução da doença.

➡ Outros casos no sul do estado

Vale lembrar que esses não são os únicos casos de febre oropouche aqui na região. No mês passado, Piraí registrou cinco ocorrências da doença, enquanto Valença contabilizou um caso.

Todos os pacientes já estão recuperados.

➡ O que é a febre oropouche?

O vírus da febre oropouche é transmitido por mosquitos do gênero Culicoides. A doença é detectada, principalmente, nos estados da região amazônica.

Os sintomas são muito parecidos com a dengue: duram entre dois e sete dias e incluem febre de início súbito, dor de cabeça intensa, dor nas costas e na lombar e dor articular. Também pode haver tosse, tontura, dor atrás dos olhos, erupções cutâneas, calafrios, fotofobia, náuseas e vômitos.

Não existe tratamento específico. Os pacientes devem permanecer em repouso, com tratamento sintomático e acompanhamento médico.

Outras notícias que você vai gostar.
plugins premium WordPress