Hemonúcleo de Volta Redonda bate recorde de doações do ano em agosto

Gostou? Compartilhe!

Publicado em 05/09/2022 – 10:30

Foto: Cris Oliveira

O Núcleo de Hemoterapia de Volta Redonda, que funciona no Hospital São João Batista (HSJB), coletou 481 bolsas de sangue no mês de agosto. O número é o maior registrado em 2022 na unidade. E se comparado com 2021, o último mês só perde para dezembro, quando 497 bolsas foram coletadas.

O coordenador técnico do Núcleo de Hemoterapia, o médico hematologista Luiz Gonzaga Lula de Oliveira Lima, acredita que o aumento no número de doações se deve às campanhas como a “Universitário Sangue Bom”, que teve edição em agosto, em comemoração ao Mês da Juventude. “Em julho tivemos uma ação da Polícia Federal. A colaboração de qualquer instituição é muito bem-vinda”, falou Lula.

As campanhas também incentivam as pessoas a doar sangue regularmente. A doação pode ser feita periodicamente, os homens podem doar com um intervalo de dois meses, e as mulheres precisam de um intervalo de três meses entre as doações.

“E qualquer tipo de sangue é bem-vindo, os negativos são fundamentais, pois podem ser usados no paciente negativo e no positivo”, reforçou o coordenador.

O Núcleo de Hemoterapia de Volta Redonda atende o próprio Hospital São João Batista (HSJB), onde funciona, tendo a unidade como seu principal cliente, por ser o maior hospital público do Sul Fluminense. Também atende o Hospital Municipal Dr. Munir Rafful (HMMR), no Retiro, o Hospital Nelson dos Santos Gonçalves (antigo Cais Aterrado), além de um hospital privado no município. E ainda fornece hemocomponentes para unidades em outros dois municípios.

“Temos que manter o número alto na coleta, pois o número de transfusões quase sempre supera o de doações. Em agosto foram 481 bolsas coletadas contra 592 transfusões. O número de doações só foi maior que o de transfusões em novembro de 2021 e maio de 2022, se considerarmos os dois últimos anos”, disse o médico.

Como doar?

A captação de doadores é feita das 7h às 13h, de segunda a sexta-feira. Antes da coleta, todos passam por triagem clínica. E após o procedimento, a equipe separa os hemocomponentes (hemácias, plasma e plaquetas).

Requisitos para ser doador

Pessoas entre 16 e 69 anos (menores com 16 e 17 anos precisam da autorização dos pais ou responsáveis);

Estar em boas condições de saúde (quem apresentar febre, gripe ou outras infecções não deve doar sangue);

Aguardar dois dias se foi vacinado contra a Covid-19 com a vacina CoronaVac;

Aguardar sete dias se foi vacinado contra a Covid-19 com outro imunizante.

Outras notícias que você vai gostar.
plugins premium WordPress