Guarda Municipal de Volta Redonda começa a utilizar coletes à prova de balas

Publicado em 24/11/2022 – 19:11 A Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR) está utilizando coletes à prova de bala. São 68 equipamentos de proteção individual que foram colocados à disposição dos agentes da corporação nesta semana, auxiliando na segurança pública da cidade. Os coletes foram adquiridos em setembro, através de emenda parlamentar. Há mais de 15 anos a corporação não recebia o equipamento de proteção individual. O secretário municipal de Ordem Pública, tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, explicou que o colete vai oferecer mais segurança aos guardas municipais. “Seu objetivo principal é proteger o agente contra tiros, facadas (armas brancas) e estilhaços, evitando traumas que sejam incapacitantes ou fatais. Quanto mais protegido e preparado, o guarda municipal consegue desenvolver melhor o seu trabalho, levando mais segurança ao cidadão e aumentando a qualidade de vida da população”, considerou Luiz Henrique.  

Operação ‘VR em Ordem’ apreende moto sem placa, com chassi e motor raspados

Publicado em 04/10/2022 – 10:30 A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), a Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR) e o 28º Batalhão da Polícia Militar (BPM) atuaram de forma integrada na operação “VR em Ordem” com fiscalizações em todos os bairros da cidade, em atendimento às denúncias de cidadãos. A ação aconteceu entre os dias 26 de setembro e dois de outubro e resultou em 18 veículos removidos ao Depósito Público Municipal, 11 motocicletas e sete automóveis, por várias irregularidades. As motocicletas apresentaram problemas como: condutor sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH); com CNH de categoria diferente da indicada para a condução de motos; sem placas; estacionamento irregular com obstrução de calçada; além de condução do veículo sem equipamento obrigatório. No caso dos automóveis, motoristas foram flagrados sem CNH e veículos estacionados em local irregular, em frente à garagem. Os flagrantes foram feitos após denúncias ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). A moto Yamaha vermelha chamou a atenção dos agentes por estar sem placa. Ao ser abordada no Avenida Sávio Gama, no bairro Retiro, a condutora de 35 anos informou não possuir a CNH e nem a documentação da moto. Os agentes ainda descobriram que a moto estava com os números do chassi e do motor raspados. O veículo e a condutora foram levados à 93ª DP (Delegacia de Polícia), no bairro Aterrado. Ela responderá por receptação. “Estamos em toda a cidade, muitas vezes seguindo a denúncia feita por algum cidadão incomodado com irregularidades em seu bairro. Esta semana, por exemplo, estivemos em fiscalizações na Vila Brasília, Padre Josimo e Jardim Cidade do Aço, e retiramos desses locais motos sem placas. No Jardim Cidade do Aço a moto era roubada. Vamos continuar nas ruas dia e noite para manter a ordem na nossa cidade”, garantiu o secretário da Semop, o tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa.

Adolescente agredida pelo pai recebe ajuda da Patrulha Escolar de Volta Redonda

Publicado em 17/08/2022 – 09:24 A Patrulha Escolar da Guarda Municipal de Volta Redonda atendeu nesta segunda-feira (15), a ocorrência de uma agressão sofrida por uma estudante de 12 anos. O caso ocorreu em um anexo da Escola Municipal Jiulio Caruso, que fica no bairro São Cristóvão, onde a vítima é aluna. Uma moradora viu quando um homem dava socos nas costas, na cabeça e puxava o cabelo da garota e decidiu filmar com um aparelho celular. Ela levou as imagens até à diretora da unidade de ensino, que acionou a Patrulha. Com a chegada dos guardas municipais De Souza e Carolina, a aluna foi chamada e, mesmo muito abalada pelo ocorrido, confirmou o fato praticado por seu próprio pai. Os agentes encaminharam a aluna e a direção da escola para o Conselho Tutelar, onde a adolescente afirmou já ter sido agredida outras vezes por ele. Já a senhora que flagrou a agressão aceitou ser levada à Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), onde fez o Registro de Ocorrência (RO) sobre o caso. O Conselho Tutelar posteriormente oficializou a representação na Deam contra o autor e pai da menor de idade, solicitando medida protetiva em favor da adolescente, que posteriormente deverá ir para acolhimento institucional ou residência de familiares. “Mais uma vez, a Patrulha Escolar fez um trabalho de excelência, conseguindo envolver os órgãos pertinentes para apurar o caso e tomar as providências necessárias. Não existe segurança pública sem a participação da sociedade. A coragem da senhora que filmou e denunciou o fato é para ser aplaudida, pois pode ter evitado uma tragédia ainda maior”, enalteceu o secretário Municipal de Ordem Pública, tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa.  

Adolescente de 13 anos é flagrado dirigindo em Volta Redonda

Publicado em 16/08/2022 – 11:30 Um adolescente de 13 anos foi flagrado por guardas municipais dirigindo um carro no bairro Aterrado, em Volta Redonda. Caso aconteceu na sexta-feira (12), quando um agente que estava em ronda pela Avenida Geraldo di Biasi teve sua atenção voltada para o veículo, um Vectra. Durante a abordagem, o adolescente disse ter 16 anos de idade, mas, em seguida, descobriu-se que ele possuía 13 anos. O carro e o menor foram conduzidos à delegacia (93ª DP), onde o adolescente contou que havia pegado o veículo sem o conhecimento dos pais. Na delegacia, o pai do adolescente, morador da Vila Americana, confirmou ser proprietário do veículo. Ele foi indiciado por permissão ou entrega temerária de direção de veículo automotor. O homem se comprometeu de comparecer em juízo, quando for intimado. De acordo com o secretário municipal de Ordem Pública (Semop), tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, em casos como este é preciso imputar a responsabilidade, já que o fato pode acarretar em um acidente de trânsito. “Um menor de idade não conhece a legislação de trânsito, potencializando a ocorrência de um acidente de trânsito e podendo causar danos irreversíveis à sociedade”, ressaltou. “Quero enaltecer o trabalho do supervisor Márcio, da Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR), e dos GMs Paneto e C. Cunha na condução do flagrante que, na minha opinião, é de extrema gravidade e que teve o tratamento à altura”, finalizou Luiz Henrique.

plugins premium WordPress