Mais de 870 pessoas voltam a enxergar através do projeto Re-Viver, em Volta Redonda

Publicado em 20/09/2022 – 10h Mais uma etapa do projeto “Revi-VER” foi concluída em Volta Redonda. O programa oferece exames e cirurgias de catarata para pessoas que aguardam na fila do SUS (Sistema Único de Saúde). Do dia 6 até o dia 16 deste mês, mais de 870 pessoas foram beneficiadas pelos procedimentos que aconteceram em centro cirúrgico oftalmológico móvel instalado na Ilha São João, e também no Hospital São João Batista (HSJB). Este último voltado a pacientes com comorbidades. Os atendimentos voltam a acontecer nos dias 27, 28 e 29 deste mês, com exames e atendimentos pré e pós-operatórios. Pacientes que aguardam pela cirurgia serão atendidos a partir do dia 4 de outubro. A previsão é que 450 pessoas sejam atendidas para a realização de exames pré-operatórios. “São mais 870 pessoas que voltam a enxergar. A gente está avançando muito na Saúde, mas sabemos que ainda temos muita coisa para melhorar. Agradecer ao vice-prefeito Sebastião Faria, que idealizou este projeto, e à Conceição (secretária municipal de Saúde)”, destacou o prefeito Antonio Francisco Neto. O projeto O ‘Revi-VER’ é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em menos de dois anos, mais de 8,6 mil cirurgias foram feitas. Os pacientes atendidos estavam na fila de espera pelo procedimento há alguns anos e antes da cirurgia, foram submetidos a exames pré-operatórios, como o de biometria óptica – utilizado para o cálculo preciso das lentes intraoculares a serem implantadas. Todos os procedimentos, como exames pré-operatórios e acompanhamento pós-cirurgia, ocorrem pelo SUS. Inscrições no Revi-VER Podem se inscrever no programa ‘Revi-VER’ qualquer morador de Volta Redonda que já tenha sido diagnosticado com catarata. A pessoa ou familiar deve procurar o DIPA (Departamento de Informação, Programação e Avaliação), que fica na sede da secretaria de Saúde, no antigo hospital Santa Margarida, no bairro Niterói. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. É necessário levar o Cartão SUS ou CPF e documento com foto do paciente. As pessoas que já fizeram cadastro para cirurgia de catarata não precisam ir ao DIPA para renovar a solicitação. Todos que estão na fila de espera serão convocados para fazer o procedimento, através de comunicação oficial da secretaria de Saúde. As convocações devem acontecer ao longo dos próximos meses. A Prefeitura de Vota Redonda também alerta que não há orientação para que as pessoas procurem atendimento diretamente na Ilha São João.

Volta Redonda oferece 1,5 mil cirurgias de catarata

Publicado em 06/09/2022 – 10h O projeto Revi-VER, da Prefeitura de Volta Redonda, iniciou uma nova etapa de atendimentos. O Revi-VER oferece exames e cirurgias de catarata para pessoas que aguardam na fila do SUS (Sistema Único de Saúde). A previsão é que sejam realizadas aproximadamente 1,5 mil cirurgias até o dia 17 de setembro. Os procedimentos acontecem em um centro cirúrgico oftalmológico móvel instalado na Ilha São João. A operação dura em média 15 minutos. O Revi-VER é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em menos de dois anos, mais de 7,8 mil cirurgias foram feitas. Os pacientes atendidos estavam na fila de espera pelo procedimento há alguns anos e antes da cirurgia, foram submetidos a exames pré-operatórios, como o de biometria óptica – utilizado para o cálculo preciso das lentes intraoculares a serem implantadas. Todos os procedimentos, como exames pré-operatórios e acompanhamento pós-cirurgia, ocorrem pelo SUS. Inscrições no Revi-VER Podem se inscrever no programa Revi-VER qualquer morador de Volta Redonda que já tenha sido diagnosticado com catarata. A pessoa ou familiar deve procurar o DIPA, que fica na sede da secretaria de Saúde, no antigo hospital Santa Margarida, no bairro Niterói. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. É necessário levar o Cartão SUS ou CPF e documento com foto do paciente. As pessoas que já fizeram cadastro para cirurgia de catarata não precisam ir ao DIPA para renovar a solicitação. Todos que estão na fila de espera serão convocados para fazer o procedimento, através de comunicação oficial da secretaria de Saúde. As convocações devem acontecer ao longo dos próximos meses. A Prefeitura de Vota Redonda também alerta que não há orientação para que as pessoas procurem atendimento diretamente na Ilha São João.

plugins premium WordPress