VEREADOR DE VR É CONDENADO A 25 ANOS DE PRISÃO POR ESQUEMA DE RACHADINHA

Gostou? Compartilhe!

O vereador de Volta Redonda Vander Temponi foi sentenciado nesta segunda-feira (29) a 25 anos de prisão em regime fechado e à perda do mandado pelo juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da 3ª Vara Especializada em Organizações Criminosas do Tribunal de Justiça.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) moveu um processo contra Vander por suspeita de liderar um esquema de “Rachadinha”. De acordo com a sentença, “A denúncia descreveu com clareza as atividades dos réus na ORCRIM julgada. Aliás, sua narrativa demonstra a criação de esquema criminoso vulgarmente denominado “Rachadinha” no interior do gabinete do Vereador Vander, mentor de toda a estrutura desbaratada”.

Além de Temponi, também foram denunciados outros três servidores por envolvimento em organização criminosa, lavagem de dinheiro, peculato e usurpação de função pública. Dois dos assessores foram condenados a 13 anos de detenção cada um.

Segundo as investigações do MPRJ, foi apontado que os servidores ficavam com cerca de R$ 1 mil dos mais de R$ 7 mil que recebiam oficialmente de salário. Os valores restantes tinham como um dos destinos uma empresa que tem como sócia a esposa de Temponi.

Foi determinado então que os envolvidos devolvam o dinheiro aos cofres públicos. Vander Temponi deverá devolver R$105 mil e seus assessores R$ 61 mil e R$ 13 mil. Além disso, foi determinada ainda uma multa como dano moral ao município no valor de R$ 1 milhão aos três.

O juiz determinou que os acusados têm direito de recorrer ao processo em liberdade.

O jornalismo da Real FM solicitou nota à assessoria de Temponi e à Câmara Municipal de Volta Redonda, mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria.

Outras notícias que você vai gostar.
plugins premium WordPress